segunda-feira, 31 de outubro de 2016

AMORES E SAUDADES DE UM PORTUGUÊS ARRELIADO DE MIGUEL ESTEVES CARDOSO – 094

AMORES E SAUDADES DE UM PORTUGUÊS ARRELIADO DE MIGUEL ESTEVES CARDOSO – 094

Como novo 6,00

SINOPSE
A única coisa é a vida. A única coisa é a vida de cada um. Sem vida, nada feito. Viver não é a melhor coisa que há: é a única coisa. Cada momento da vida não é único. Mas há momentos únicos. A nossa felicidade não é passá-los como quisermos. É dar por ela a aproveitá-los. (…) A única coisa é saber que um dia virá em que nos será tirada a vida. Para sempre. Mas, por sabermos isso, não podemos perder tempo a pensar nisso. (…) A única coisa é estar aqui, agora, a escrever isto. Enquanto posso. Enchendo-me de alegria.

Sem comentários:

Enviar um comentário